Diversidade e inclusão: tomando uma mordida de elefante